sexta-feira, 4 de dezembro de 2009

DEM X PSDB

Em meio à crise desencadeada pelas acusações de corrupção contra políticos do Distrito Federal, o presidente do DEM, deputado federal Rodrigo Maia (RJ), disse que "não é hora" de o PSDB discutir se o DEM terá ou não direito de apontar o candidato a vice-presidente que irá compor a chapa dos tucanos nas eleições do ano que vem.

Para ele, discutir o assunto nesse momento é "falta de solidariedade" do partido aliado. "Ainda não tive a chance de conversar com eles [PSDB], mas pelo que vi até o momento, acho que faltou um pouco de solidariedade", disse o deputado, entrevista à BBC Brasil.
Segundo ele, o PSDB "já viveu crises no passado" e tratar de candidatura a vice "é se esquivar do problema e não ser solidário ao aliado".
O DEM deve decidir na próxima quinta-feira (10) se expulsa ou não do partido o governador do Distrito Federal, José Roberto Arruda, que vem sendo acusado de comandar o esquema de corrupção.

0 comentários: