quinta-feira, 10 de dezembro de 2009

Arruda vai pedir desfiliação do partido, diz DEM

O vice-governador do DF confirmou que ele vai se deligar do DEM.
TSE negou pedido de Arruda de suspensão do processo de expulsão.

O presidente do Democratas, deputado Rodrigo Maia (RJ), disse na tarde desta quinta-feira (10), que o governador do Distrito Federal, José Roberto Arruda (DEM), vai pedir desfiliação do partido nas próximas horas. O vice-governador do DF, Paulo Octávio, confirmou que Arruda vai deixar o partido.

O escândalo do mensalão do DEM de Brasília começou no dia 27 de novembro, quando a Polícia Federal deflagrou a operação Caixa de Pandora. No inquérito, o governador do DF é apontado como o comandante de um esquema de distribuição de propina a deputados distritais e aliados.

0 comentários: